segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA NÃO CORRER O RISCO DE COMETER ALGUM CRIME CONSIDERADO BANAL

.
TIRADO DO AVENTAR
.
No Blogue AVENTAR, descobri esta pérola.

Convém ir até lá ler o que JJC nos trás, muito mais do que aqui relato, mas para quem não se quiser dar a esse trabalho, pode ficar por aqui, pela simples leitura do que vem escrito no Novo Egitanense


Portagens electrónicas: como evitar a sua inutilização?

As portagens electrónicas que em breve entrarão em funcionamento na nossa região, são constituídas grosso modo por 3 pórticos metálicos que suportam:


I) Câmaras de infra-vermelho com flash também infravermelho ("luz" invisível ao olho humano) apontadas às matrículas dianteira e traseira do veículo, nesta câmara a matricula é reconhecida por OCR esses dados em imagem e em texto são enviados para o back-office operacional.

A "luz" infravermelha não ofusca os condutores e por outro lado a câmara de infravermelho também não capta luz visível pelo que não é ofuscada pelos faróis e funciona melhor em condições de luminosidade diversas;

II) Dupla cortina laser que activa o sistema e faz disparar ambas câmaras medindo o comprimento do veículo para atribuição de classe de portagem a cobrar.

III) Alternativamente, existe também uma "antena" que comunica com o chip de matrícula (quando presente) via micro-ondas e faz a cobrança.

A coisa funciona mais ou menos assim:







Outra informação não divulgada mas visível ao lado dos pórticos, é a existência de "caixas" ao nível do solo que possivelmente transmitem os dados dos pórticos para o back-office onde são armazenados e processados.

Talvez devido ao vandalismo actualmente encontram-se protegidas por jaulas metálicas pintadas de azul, além disso em alguns locais parecem ter sido instalados detectores de movimento que accionam uma foco de luz sobre a jaula. Nesse mesmo local encontra-se também o acesso via escada aos pórticos metálicos, estas encontram-se subidas e trancadas com cadeado.

Para evitar a destruição dos pórticos devem evitar-se as algumas actividades entre as quais destacamos:

1. Espingarda caçadeira, por exemplo carregada com cartuchos zagalote;
Além de o zagalote ser uma munição proibida, poderia causar enormes danos se atingisse inadvertidamente os equipamentos colocados nos pórticos, especialmente as câmaras e os flashes de infravermelhos acoplados a baixo destas ou ainda os emissores das cortinas laser.

2. Arma de paintball;
Uma arma de paintball disparada sobre as câmaras poderia provocar a inutilização da mesma já que a lente poderia ficar coberta de tinta.

3. Lasers de potência elevada;
Existem neste momento à venda na Internet lasers portáteis do tamanho de lanternas com potências muito elevadas (acima dos 2000 mW). São extremamente perigosos para a vista e especialmente não devem ser apontados às câmaras dos pórticos sob pena de danificarem o sensor de imagem irremediavelmente.

4. Projector ou foco Infravermelho;
Qualquer tipo de iluminador infravermelho potente - apesar desta "luz" ser inócua e invisível para o ser humano - pode ser extremamente ofuscador para câmaras  das portagens, evidentemente que a assemblagem destes equipamentos na frente e traseira dos veículos pode causar uma indesejável incapacidade de leitura das matrículas o que, na ausência de chip de matrícula, poderia impossibilitar a identificação do veículo!

5. Thermite;
Thermite é um dispositivo pirotécnico extremamente simples - consiste apenas em pó de ferrugem e limalha de alumínio em pó - mas com efeitos devastadores, chegando mesmo a derreter blocos compactos de metal.
Tendo isto em consideração, será de evitar ao máximo que estes dispositivos possam ser deflagrados sobre as já referidas "jaulas".

6. Porta-matrículas com leds Infra-vermelhos ofuscadores;
Curiosamente parece que alguém desenvolveu um porta matrículas que ofusca as câmaras de infravermelhos.
Apesar de não ser certo que este dispositivo funcione totalmente - especialmente durante o dia - será de evitar o seu uso, não vá o diabo tecê-las!

7. E principalmente o não uso do chip de matrícula ou via verde actualizada.
É extremamente importante que todos os cidadãos adiram ao chip de matrícula ou actualizem as suas vias verdes para que possam ser correctamente identificados, monitorizados para ... efeitos de cobrança de portagens, já que por algum motivo a leitura de matriculas poderia falhar.

Todas as tecnologias possuem as suas limitações, convém por isso que todos os cidadãos estejam informados disso mesmo e cooperem com o estado central e com as concessionárias, para que estes possam adequadamente cobrar as devidas portagens, sem o incómodo oneroso da colocação de cabines de portagem e pagamento de salários aos portageiros.


Empresas envolvidas no esquema de portagens electrónicas das ex-SCUT e Viaverde:

Quem dá a cara:
http://www.ascendi.pt/noticias/detalhes.php?id=187

Quem instala nas Scut:
http://sinergia.mota-engil.pt/Detail.aspx?ParentId=368

Quem instala na brisa:
http://www.q-free.com/

Os indianos que produzem os equipamentos:
http://www.tradeindia.com/Seller-3679039-Comvision-Q-Free-Tolling-Infra-Pvt-Ltd-/product-services.html


Sem comentários: