sexta-feira, 29 de outubro de 2010

FOTOPOEMAS 3



Cinza É A Pedra Que Dorme Na Areia
Muda o tempo a forma

Areia  pedra

suave dura

Descansa a gaivota
Desenha um poema

o tempo segue caminho


Cinza é a pedra que dorme na areia
molhada seca
sem rosto
poema
silencioso


Poema de Ethel Feldman
Fotografia - José Magalhães

.

1 comentário:

paladar da loucura disse...

Obrigada, Zé. As tuas fotos são maravilhosas. Silenciosas, falam.
Um beijo
Ethel