segunda-feira, 24 de outubro de 2011

UMA ONDA DE RENÚNCIAS

.
QUEM SERÁ O PRÓXIMO?
.
José Pedro Aguiar-Branco, Ministro da Defesa do Governo de Portugal, que tem residência no Porto, tinha atribuído um subsídio de alojamento no valor de 1035 euros brutos, correspondentes a 75 por cento das ajudas de custo diárias, mas decidiu, em solidariedade com os colegas do Governo (teria sido mais bonito se tivesse sidio em solidariedade com o povo Português) renunciar também a esse subsídio de alojamento, apesar de não ter casa própria em Lisboa.

Esta decisão segue-se à do ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, e à do secretário de Estado das Comunidades, Jose Cesário, de renunciarem aos respectivos subsídios.
.

1 comentário:

Alex. disse...

Os comentários que tenho ouvido a estas atitudes, quanto a mim louváveis, dos referidos governandes lembram-me a velhinha história de "o velho, o rapaz e o burro";
«Ah pois, se eu ganhasse o que eles ganham também prescindia do subsídio»
Ó raça... que difícil é ser prior nesta freguesia...