quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

DIZER BEM? NEM PENSAR

.
É MUITO FEIO DIZER BEM DO GOVERNO
.
Para a facção "sinistra" da população, os opositores políticos de Passos Coelho,  nem pensar em dizer bem, ou mesmo não dizer mal das actuações deste governo. O que é preciso é "deitar abaixo".
O governo tinha uma meta a atingir, atingiu-a, está mal, de certeza que aldrabou os números ou entrou em "coisas" pouco claras.
O governo foi aos mercados vender dívida e conseguiu o que outros em iguais circunstâncias ainda não conseguiram, está mal, não serve de nada e nada ganhamos com isso.
O governo isto ou o governo aquilo, está mal, seja o que for está mal, clamando a "desvalorização" do costume. 
Estes "sinistros" bem que poderiam, de vez em quando, ficar calados, ou (coisa demoníaca) atribuir o mérito à administração pública que soube conter a sua despesa, ou até mesmo, quem sabe, trabalhar (faltam empregos, mas não falta trabalho).
.

Sem comentários: