segunda-feira, 5 de julho de 2010

PENSAMENTOS

.
EM CRIANÇA, TIVE PENA DE MIM POR NÃO TER LUVAS,
ATÉ QUE CONHECI UM HOMEM QUE NÃO TINHA MÃOS.

No entanto, na altura não sabia, que homens sem mãos são muito poucos, sem luvas são demasiados, e cheios de luvas que não usam uma enormidade deles.
.

Sem comentários: