sábado, 21 de novembro de 2009

O REGRESSO A UM CERTO PASSADO

.
MARCELO DEIXA ANTEVER UM REGRESSO
.
.
A ala caquética do PSD anda contente. O Professor Marcelo deixa, nas entrelinhas e em privado, perceber, que em Janeiro, quando a actual líder marcar as directas, avança para lutar pela liderança.
Passos Coelho, não vai ter vida fácil nessa luta.
Não estou convencido de que Rebelo de Sousa seja o melhor para o partido, e muito menos para o País, do mesmo modo que me parece que Passos Coelho, também o não é. Mas pelo que se vai vendo, não aparece ninguém, com perfil e capacidades para se candidatar, e mudar radicalmente o PSD. Este partido tem de deixar de seguir, para ser seguido, ou corre o perigo de, aos poucos, passar a ser um partido marginal. E nem um nem outro dos candidatos, parecem ter o necessário para o conseguir.
Com o sr Professor Marcelo, regressamos a um certo passado que não tem muita glória. Com o sr dr Pedro, avançamos sem a força e o carisma necessários para fazer a diferença.
Os deuses nos ajudem, antes que o céu nos caia em cima da cabeça.

.
JFM
.

1 comentário:

JOSÉ MODESTO disse...

Caro José Magalhães, partilho totalmente da sua opinião.
O PSD não pode, não deve insistir em personalidades que só pelas suas valias politicas teimam em ter protagonismo e serem simplesmente caras na comunicação social.

Convém lembrar que Cavaco Silva surgiu num congresso na Figueira da Foz, ninguém o conhecia...

Saudações Marítimas
José Modesto