segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

SEM APOIO DOS SEM VERGONHA

.
A POBREZA AUMENTA
.
Estamos em crise.
Não há dinheiro para a educação nem para a saúde. Mas, antes que o céu nos caia em cima da cabeça vai o governo ter de comprar mais uns quantos milhões de euros em viaturas que as que irão ser substituídas já estavam velhotitas e até cansaditas pelo muito trabalho efectuado, praí durante mais de cinco anos.
Estamos em crise profunda.
Não há dinheiro para nada, nem para submarinos, nem para carros de combate nem para TGV'S e até, nem mesmo para o novo aeroporto. Mas, antes que algo de mal nos aconteça vai o governo ter de gastar mais uns quantos milhões em alguns aumentos de ordenados que não vão deixar de se fazer ao longo deste início de ano.
Estamos em crise entranhada na nossa carne.
Não se pode gastar, é preciso poupar, há que diminuir os gastos. Mas antes que algo corra mal, antes que o FMI cá chegue, vamos todos ter de comprar automóveis, a exemplo do governo, transformando o ano de 2010 no que maior aumento teve de vendas de carros, em especial os de alta cilindrada.
Estamos em crise e toda a gente o sabe e nota.
E como vai o nosso governo arranjar dinheiro para custear tudo o que se propõe fazer em seu benefício? Vai tirar subsídios a quem os tem e pouco mais ganha que o ordenado mínimo, vai tirar subsídios a quem nem o ordenado mínimo ganha, vai cortar nas bolsas aos estudantes,  vai aumentar os impostos indirectos, vai continuar a sugar-nos tudo o que pode, e não vai, porque diz não poder, buscar dinheiro que tudo isso pagaria a quem o tem
Estamos em crise e a pobreza aumenta, assim como a sem vergonha de quem nos (des)governa.

.

Sem comentários: