quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

A REVOLTA DOS SENHORES ENFERMEIROS

.
ADESÃO EM MASSA
.
Já há muito tempo que não se viam números tão iguais. Os do Ministério da Saúde e o do Sindicato dos Enfermeiros. Os primeiros admitem cerca de 77% de adesão e os segundos reclamam 90 a 95%. Convém não esquecer que há serviços, em certos hospitais, onde não pode haver adesão à greve, uma vez que os serviços mínimos a serem assegurados, abarcam a totalidade dos efectivos.
Seja como for, a adesão à greve por parte dos senhores Enfermeiros foi grande, muito grande.
E este é o primeiro de três dias de greve, sendo que no sábado se esperam, espera o sindicato, dez a quinze mil enfermeiros na manifestação a realizar na capital.
Está em causa a revisão da carreira da classe, ou seja, dinheiro e remuneração e incentivos económicos e possibilidade de ganhar mais dinheiro mais depressa. E estarão no seu pleno direito, já que os exemplos de contenção, vindos de cima, das classes economicamente mais fortes, e os dos nossos governantes, são o que se sabe. Os senhores enfermeiros são licenciados e o mínimo que conseguem receber de vencimento, é cerca de 1020 euros, o que comparado com a restante administração pública é uma ninharia.
Por isso, para a frente com a greve, que o que se necessita é colocar as finanças do País na ordem, e desta maneira vamos consegui-lo, caminhando alegremente para o abismo.
.
JFM
.

Ligações:
A, B, C, E, F, G, H, I, J,

1 comentário:

Pipoca disse...

Como enfermeira gostei do que li, mas deixe que faça algumas correções. A manifestação é amanhã sexta feria 29-01 e não sabado como refere.
Os enfermeiros que asseguram minimos também estão de greve, só prestam cuidados que ponham em risco a vida dos doente que cuidam.
que na maioria dos serviço o nº de enfermeiros por turno correponde ao nº de enfermeiros escalados para o turno da noite.
Eu infelizmente não poderei ir á manifestação mas estarei solidária com os meus colegas pois estarei de greve a assegurar cuidados minimos nos hospital. Ai falarei com os doente que certamente só agora comprendem a razão da nossa luta. Tenho pena que algumas pessoas que felizmente nunca precisaram de 1 ENFERMEIRO na vida tenham respostas tão tristes que me deixam extremamente revoltada.
E só para terminar se não houvessem enfermeiros os hospitais paravam!!!
Nós somos responsaveis pela segurança, pelo cuidar do doente /familia, pela gestão e organização dos serviços. Estamos 24h ao lado dos doentes