quarta-feira, 20 de agosto de 2008

GAO - Grupo de Amigos de Olivença

.




Grupo dos Amigos de Olivença
http://www.olivenca.org/

Pelo seu interesse, transcreve-se a entrevista concedida, por dois dirigentes da Associação Além Guadiana, ao Correio da Manhã de 05-08-2008


CURSO DE PORTUGUÊS DESEJADO EM OLIVENÇA
Duas dezenas de espanhóis criaram a Associação Além Guadiana para devolver a Olivença a prática da língua portuguesa, perdida nos últimos 50 anos.
A criação de ementas bilingue nos restaurantes e a adopção do Português como língua curricular nas escolas são algumas das propostas.
"Está a perder-se a cultura portuguesa em Olivença. Vamos propor a criação de prospectos turísticos e ementas bilingue nos restaurantes", disse ao CM Joaquin Fuentes, secretário da Associação.
A Além Guadiana foi criada em Maio num concelho onde dois mil dos 12 mil residentes ainda falam português e pretende fomentar actividades de interesse cultural, como um festival transfronteiriço.
Numa cidade com cinco séculos de domínio português e dois de administração espanhola, a Além Guadiana tem promovido encontros entre cidadãos dos dois países.
"Fizemos um almoço-convívio e um passeio de BTT onde demos a conhecer a região e muitos monumentos de origem portuguesa", acrescenta.
O trabalho passa também por sensibilizar a população e os meios administrativos a preservar a "mestiçagem" da cidade.
Apesar de a língua de Camões estar presente nas escolas de Olivença, Raquel Sandes, cantora e instrumentista do grupo de música folk Acetre, acha que se pode fazer muito mais.
"Temos uma escola pública a leccionar a língua portuguesa como obrigatória, mas queremos que passe a fazer parte dos currículos das escolas. Não faz sentido que seja considerada a segunda língua estrangeira", frisa.
ASSOCIAÇÃO
Fundadores
A maioria dos membros da associação tem profissões ligadas à cultura. São professores, músicos e técnicos de turismo.
Língua
No seio do grupo todos fazem um esforço para falar português nas reuniões, até mesmo os que não dominam a língua. As actas são escritas nos dois idiomas.
Informação
A associação, constituída por muitos oliventinos, disponibiliza informações sobre o grupo em http://www.alemguadiana.blogs.sapo.pt/
Pedro Galego/Susana Chambel
.

Sem comentários: