quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

MAIS UM DIA PARA O GALHEIRO

.
REALMENTE NÃO DEVERIA HAVER, MAS ELE HÁ DIAS ASSIM, PORRA!
.

Nem um sorriso pequeno, ligeiro que seja, amarelo que pudesse ser, me aflora os lábios. Tenho dias assim, já o disse muitas vezes, dias em que acordo a chover. Hoje é um deles, dos tais, dos que me fazem cerrar os lábios, os olhos e a alma.
Procuro dentro de mim, e não encontro a razão ou razões para o que me perturba hoje. Mas já aprendi que não preciso de qualquer razão para que me sinta assim, acordo a chover e pronto, mais um dia para o galheiro, estragado por dentro e por fora de mim.

.

1 comentário:

mjoao disse...

Pois...há dias assim,mas num dia destes conseguir escrever isso tudo, já não foi para o galheiro, valeu a pena.