terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

SEGURANÇA INSEGURA E BOTAS COM BIQUEIRAS DE AÇO


.
GNR, PSP E PJ SEM DINHEIRO
.
Diz-se por aí à boca cheia que no nosso País a segurança é muito insegura, que antigamente é que era, que agora há medo de sair à noite, que não se vêm polícias na rua, que a GNR, a PSP e a PJ nada fazem para nos ajudar, etc., etc., etc..
De facto tudo isto é verdade, ou pelo menos parece verdade. 
O dinheiro para o pão, para a educação, para a saúde e para segurança, que em primeira análise deveria ser assegurado pelo Estado, foi durante anos e anos esbanjado por ele, e agora não há.
Bem, não há, é uma forma de dizer. Haver há, ou houve, mas foi gasto nos muitos estudos dos estudos de uns quaisquer estudos para fazer uma coisa qualquer, a tapar buracos financeiros em bancos privados, em ordenados milionários, em obras megalómanas, em discussões sobre nada e coisa nenhuma mas pagas principescamente, em viagens, em automóveis topo de gama, na multiplicação de directores-gerais e secretários e secretários de secretários, em avenças, e por aí fora, num chorrilho de coisas supérfulas, cada uma mais que a anterior.
E agora lá vem a notícia de que a GNR nem dinheiro tem para pagar aos seus mais de vinte e quatro mil militares, o ordenado de Fevereiro. E também a notícia dos problemas que também são financeiros na PSP e na PJ. 
Como querem que estes militares saiam à rua, para nos protegerem, se as ordens são para se gastar pouco ou nada, se não há dinheiro para os carros, gasolina e arranjos, não há dinheiro para investigações, não há dinheiro para ordenados, em suma, não há dinheiro para nada?
Mas o País está seguro, dizem os nossos (des)governantes. E os parvos que nós somos lá encolhemos os ombros e caminhamos com a cabeça entre as orelhas.
Sabem, os que me lêem, que há por aí uma botas com biqueiras de aço, óptimas para dar chutos nesta corja a quem pagamos para nos (des)governar?

.

1 comentário:

Alex disse...

A Governadora civil do Porto considerou hoje que os mil coletes reflectores entregues à PSP do Porto, um investimento de cerca de 20 mil euros, vão contribuir para o reforço do sentimento de segurança da população.
(23/02/2011)

Ó Zé, agora sim... Não se sente já muito mais seguro?
Os coletes estão no Porto e já me sinto muito melhor aqui em Lisboa... Imagino vocês... No Verão vai a malta toda dormir descansada ao relento, à fresquinha. Nada como um bom colecte reflector - até "reflecte" as balas.

(há pachorra?)