segunda-feira, 22 de setembro de 2008

RTP 1

.
Ontem na RTP 1


Era hora de jantar e em casa de amigos onde me encontrava, a televisão estava ligada. O "telejornal", estava a dar.
A minha atenção, confesso, era pouca.
A dadas tantas, o sr dr que faz a locução das notícias, e pelas quais julgo ser o responsável, falava do leite adulterado na China, e dos problemas que isso estava a provocar. E disse, que o governo chinês tinha deitado ao lixo toneladas de litros de leite.
Aquilo buliu comigo, e comentei para os meus amigos a minha indignação.
Entre os presentes, dois jovens, um de 17 anos e outro de 22, alunos com notas académicas superiores à maioria dos que por aí ouço a falar, que não gostaram da minha indignação e de imediato me "atacaram", e chamando-me de fundamentalista, atiraram-me à cara a frase:
- Mas percebeste, não percebeste, então que mal é que tem?
Calei-me, porque os filhos não eram meus, porque os seus pais nada disseram, e porque quando houver novas eleições, isto vai mudar para melhor, de certeza absoluta.
Mentalmente jurei a mim mesmo que iria falar aos meus filhos, logo que voltassem da escola ou do emprego (tenho-os em ambos os lados), sobre as "medidas de capacidade".
.
JM
.

3 comentários:

JOAQUIM JORGE disse...

Um blogue muito bom . Agradeço a distinção de colocar nos seus favoritos o blogue do Clube dos Pensadores.

Um abraço amigo

Pianoman disse...

Se a expressão foi "toneladas de litros de leite", obviamente está errada. O que eu pergunto é se não terá sido apenas "toneladas de leite", o que já estaria correcto, uma vez que o leite em causa é em pó.

ATRIBUTOS disse...

Na realidade, Pianoman, foi dito "toneladas de litros de leite", e outras pessoas ouviram, o que vindo de quem veio, não se admite.
Muito obrigado pelo comentário.

JM