segunda-feira, 3 de novembro de 2008

BPN NACIONALIZADO

.
BPN

O governo mandou nacionalizar o BPN.

Pelo que se sabe, foram pelo cano abaixo 700 milhões de euros, em operações ilícitas e não documentadas. Uma espécie de saco azul. Pelos vistos, nada mais natural nos dias de hoje em todo o mundo e em especial em Portugal. De qualquer forma, este problema, nada tem a ver com a crise que nos assola a nível mundial, embora o tenha potenciado.
O governo desta nossa república, apressou-se a garantir, aos 230 000 clientes do banco, os seus depósitos, o que também é uma coisa natural, embora se tenha esquecido de garantir sejo o que for aos 1500 funcionários que o banco tem como empregados.
Mas a garantia do governo, é também e ainda uma coisa muito natural, pois que na realidade, e mesmo que se chegue à conclusão de que este banco não tem viabilidade, tal como em tempos aconteceu ao Banco Franco-Portugais, tudo se diluirá na Caixa Geral de Depósitos.
Nunca como agora, os depósitos dos clientes do BPN, estiveram tão seguros e garantidos, com a garantia do banco do Estado.
Mas será natural que este governo nacionalize também as perdas provocadas por estes senhores? Os accionistas, que lucram quando há lucros, e os gestores e afins que gerem, e ganham fortunas, não deverão ser chamados a pagar este "buraco"? Ou, também como é costume, todos nós, por vias travessas ou não, vamos pagar esta factura?
E, para além de deverem ser chamados a pagar, que fazer mais quanto aos seus directores, dirigentes e gestores? Será que, por fim, vamos em Portugal assistir a alguma justiça, e ver esses senhores na cadeia, provadas que sejam essas irregularidades?
E em relação ao Banco de Portugal, que se vai passar? Será que aqueles que deveriam ter inspeccionado em condições as contas deste banco agora nacionalizado, vão sofrer sanções, uma vez que os indícios de graves problemas já remontam há mais de dois anos?
Ou, ao contrário, e como é hábito em Portugal, a culpa vai morrer solteira e virgem, e todos nós mais uma vez, empalados?

.
JM
.
.

1 comentário:

JOSÉ MODESTO disse...

O PCP está a bater palmas.
Voltaremos as nacionalizações?

Vamos esperar para vêr