quinta-feira, 6 de novembro de 2008

À TERCEIRA SERÁ DE VEZ?

.

À TERCEIRA SERÁ DE VEZ?



As três maiores esperanças americanas e mundiais ao longo dos tempos, lutaram pela igualdade, pelos direitos humanos, pelo fim da guerra, pela esperança em dias melhores, pela justiça e pela mudança. Só um ainda vive, o terceiro desta lista, e está no começo dessa luta.

Entre o primeiro e o último, as semelhanças são enormes na imagem que transmitem, no carisma, no respeito que estimulam, na esperança que provocam, na união que fomentam, nos valores éticos e morais, na segurança e na justiça, na empatia que geram, na popularidade, no discurso e na juventude.

Entre os três, a principal afinidade é o sonho. O sonho de liberdade, de paz, de luta pelos direitos humanos, de mudança para uma vida melhor.

O primeiro, John F. Kennedy foi assassinado em 1963. O segundo, Martin Luther King foi assassinado em 1968. E o terceiro acaba de ser eleito o 44º Presidente dos EUA.

O mundo está a viver euforicamente a eleição de Obama, cativado pela sua vontade de mudar o mundo, pela sua generosidade, pela sua inteligência e capacidade, e pela esperança que transmite. É o primeiro Presidente negro da história deste país e aí começa a primeira grande mudança conseguida, numa nação que sempre foi racista.

Os EUA mudaram e assim muda o mundo. Mais do que nunca, o Presidente Americano é uma espécie de Presidente Mundial.

O mundo está a acreditar na mudança e espera que esta nova era traga prosperidade e paz.

A tarefa de Obama, a que ele se propôs, é difícil, muito difícil, vai bulir com muitos interesses instalados, e traz com ela uma infinidade de inimigos, capazes de tudo, mesmo das mais execráveis coisas, para o travar, mas também transporta com ela a esperança e a confiança de um mundo inteiro, numa vida melhor.

A expectativa mundial depositada na capacidade deste homem em conseguir concretizar este sonho, é enorme.

Oxalá ele consiga este desiderato.



.

JM

.


1 comentário:

Rita disse...

Gostei do texto, da forma como vê essa mudança, pois é também como a vejo e como certamente todos vêm e desejam que assim seja. No meio de tudo isto, algo positivo e inovador é algo que o mundo onde vivemos precisa. Aguardemos.

Cumprimentos