domingo, 5 de abril de 2009

FUTEBOL

.
PORTO, SPORTING, BENFICA
.
Os três "grandes", como se os outros fossem pequenos, ganharam os seu jogos desta jornada. Nada de espantar, já que se chamam de grandes.
Num dos jogos, o vencedor ganhou por dois penaltis a um. Isto já é de espantar um bocadinho, já que não é nada normal haver três coisas destas num só jogo.
Num dos outros jogos, só houve um golo, mas não foi de grande penalidade, foi mesmo de bola corrida e de pé esquerdo, embora os que perderam achem que deveria ter havido um (penalti) a favor deles.
No terceiro dos três jogos, o que primeiro se realizou, a vitória bafejou o que mais marcou, três golos contra um. Também sem penaltis, e sem haver seja quem for que entenda que devesse ter havido.
Assim, os três grandes mantêm a distância entre si, igual à que tinham antes. Um continua primeirinho, sem ninguém o incomodar e pelos vistos sem ajudas, e os outros, com ou sem a ajuda de grandes penalidades, continuam a sonhar com uma escorregadela do primeiro.
Quanto a penaltis, parece que o primeiro dos três do jogo que os teve, sobre o senhor Nuno, pode vir a dar uma sanção qualquer. Coisas sumaríssimas!

.
JM
.

Sem comentários: