sexta-feira, 17 de abril de 2009

A IMPORTÂNCIA DO DISPARATE

.
A IMPORTÂNCIA DO DISPARATE
.
Digo eu que dar importância ao que o homem diz, é disparatado. Pensar que o homem ainda tem importância é outro disparate. Já se deveria ter calado há muito, e ter-se remetido à sua actual insignificância. Hoje já nem os do seu partido lhe ligam por aí além. Pode parecer que não gosto dele, e que porventura nunca gostei, e se realmente parece é porque é verdade.
O disparate de agora não tem realmente importância, mas chateia que ainda lhe dêem alguma relevância.
Dizer que o nosso Primeiro não está a ser patriótico mas sim nacionalista, quando apoia Durão, é uma ideia que não cabe na cabeça de ninguém, só mesmo na dele, do Soares que foi amigo, quando o povo pensava que estava com ele. Ainda por cima com a conotação que a palavra nacionalista pode ter.
E isto ainda agora está a começar. Que mais o ouviremos dizer sobre os seus pares?
Será que se vão zangar as comadres?

.
Também no Clube dos Pensadores, onde pode ler comentários)

.
JM
.

Sem comentários: