sábado, 2 de maio de 2009

ALBERTO JOÃO, AS SECRETAS, AS VIAGENS, AS PATACAS QUE TUDO PAGAM

.
TEMPESTADE NUM COPO DE ÁGUA, NO JARDIM
.
.
.
Anda tudo tolo. Até parece que os governantes do nosso rectângulo não viajam. E se por um acaso viajarem, dizem a todo o mundo para onde vão, e registam todos os passitos que dão. Pelos vistos, só o nosso Primeiro tem direito a fazer viagens confidenciais.
Ora, batatinhas, meus senhores. Esta notícia só aparece porque se trata do governante Alberto João Jardim, que todo o mundo quer que caia do poleiro onde se encontra. Esta notícia só aparece porque o homem em questão, tem obra feita, não pede meças a ninguém, e chama os bois pelos nomes. Esta notícia só aparece porque anda toda a gente a ver se o apanha em qualquer coisinha que ele faça e não devesse ter feito.
Mas para o Presidente do Governo Regional da Madeira, coisas destas não o beliscam. Está-se marimbando para o ladrar à passagem da caravana. Vai continuar a fazer as viagens que muito bem entender, desde que, e nos termos em que, a lei o permita.
Ainda não entendi muito bem a raiva que muitos dos nossos políticos têm para com o dr Jardim. Será porque ele é bom no que faz? Será pelas maiorias absolutas que vai tendo em cada uma das eleições? Será porque não teme ninguém, diz o que lhe vai na alma e ninguém o desmente? Será só uma enorme dor, horrorosa penso eu, na inserção do braço com o ante-braço? Ou pura e simplesmente é a porca da política, que impede o comum dos políticos de enxergar direito quem faz bem feito, desde que o autor do feito seja de um partido diferente?
Já alguém teve a coragem de ir verificar quanto gasta o nosso primeiro em viagens, ou quanto gastaram os Primeiros anteriores, e depois compararem com os que este homem gastou? Se calhar já alguém o fez e decidiu que o melhor era nem falar do assunto, uma vez que o tiro lhe poderia sair pala culatra.
No fim de tudo, o dr Jardim, apesar de ser um político, e por consequência ter os defeitos inerentes aos políticos, é um dos melhores governantes que Portugal tem. Ninguém tem uma obra feita de tão elevado valor, como ele. Por isso os Madeirenses lhe dão ,vez após vez, a maioria absoluta, e nem querem ouvir falar de o homem se ir embora.

.
JM
.

1 comentário:

Pedro Pavia Saraiva disse...

O Sr.Alberto tem obra feita, pois tem. Não sei se sabe mas o Governo Regional da Madeira recebe dinheiro do U.E. Não sei se sabe mas o Governo Regional recebe todos os anos uma fatia, não tão pequena como isso, do Orçamento de Estado. Não sei se sabe mas o Governo Regional da Madeira é que fixa as suas taxas de impostos e arrecada todos os seus dividendos. Não vem nem um centimo dos impostos cobrados nas regiões autónomas para o governo nacional.

Assim não me parece dificil ter obra feita. Parece-me sim que não é de todo desculpavel esta situação. Isto é um roubo ao erario publico. Jardim gastou mais de um quarto do orçamento em viagens e esta situação não pode ser de forma alguma branqueada.

Quanto á maioria absoluta a resposta é muito simples. Medo e limpeza ideologica. Como fã do sr.Jardim deve ter lido as noticias referentes ao, agora gratuito, Jornal da Madeira. O paradigma maximo da situação que referi...

Cumprimentos