quinta-feira, 14 de maio de 2009

PENSAMENTOS REACCIONÁRIOS IX

.

PENSAMENTOS RECCIONÁRIOS IX

.

PAIXÃO VIOLENTA

.
HOMICÍDIO TRAVESTIDO

.

Não é costume, na nossa terra, saber da morte de um oriental. E de morte violenta é ainda mais anormal. Se se disser que é o segundo homicídio, em três dias, envolvendo orientais, então o caso transcende a mais completa normalidade.

O caso do travesti assassino, pode trazer à baila a acusação feita por um sr com responsabilidades no mundo político Português, que usou a expressão para qualificar de forma insultuosa e degradante os jornalistas do Jornal da Noite da TVI. Hoje como nunca os travestis estão na boca do mundo. Uns matam politicamente, outros efectivamente.

Tudo isto deverá ser classificado de crime passional.

Todos o farão com, e por paixão.

.

TRAVESTIDOS

.
TVI - JORNAL DA NOITE

Gostei de ver o dr Medina Carreira a zurzir no governo, a fazer coro com a d. MMG. Segundo este ilustre do nosso País, um dos mais esclarecidos que por cá há, estamos mal e vamos ficar pior.

Não largam o nosso Primeiro (a TVI) e fazem bem, que é para isso que fazem jornalismo, que deve ser isento. Foram largos minutos a bater no homem, com o comentador de serviço a ajudar bastante à festa.

Mais uma vez, gostei deste jornal de sexta-feira.

.

ONDE ESTAVAS TU, JOSÉ, NO 25 DE ABRIL?

.
"DESENFIADO" EM CASA

Na altura, estava na tropa, no Hospital Militar do Porto, onde prestava serviço. Na noite de vinte e quatro para vinte e cinco, deveria fazer noite de serviço. Como de costume, saí na hora de jantar e "esqueci-me" de voltar. Às sete da manhã do dia vinte e cinco, telefonaram para minha casa a dizer que tinha havido uma revolução. Aflito, com a lembrança do dezasseis de Março em que o alvoroço tinha sido enorme e a "luta" contra a revolução intensa e dura, corri para o hospital.

Cheguei pelas sete e quarenta e cinco. Nada se passava, tudo estava normal, ninguém sabia de nada. Os portões abertos, ao contrário da anterior intentona do dia dezasseis. Na altura, quem se tivesse "desenfiado", tinha "lerpado". Comigo correu tudo bem, ninguém deu por nada.

Só mais tarde, pelas nove da manhã, soubemos que alguma coisa tinha acontecido. Só depois nos apercebemos, porque nos disseram, que a chamada liberdade tinha chegado.
Só muito mais tarde, no meio da euforia, nos fomos apercebendo, de que durante algum tempo, outros opressores nos estavam a tentar condicionar. Só passados anos, acabamos por verificar, que nos enganaram, que substituiram um opressor por outros que se revezam, a ver quem mais "chupa" o nosso povo. Só passados muitos anos, acabamos por saber que ninguém quer o nosso bem, todos querem o nosso dinheiro, à custa do nosso bem estar, dizendo-nos que agora estamos em liberdade.

.

D. MANUELA E A REGIONALIZAÇÃO

.
PRIORIDADES

.
Para a chefe do PSD, a regionalização, se bem que sempre falada e discutida, não é prioritária. Esquece a D. Manuela, que o País precisa de uma descentralização grande e urgente. E que essa descentralização não se faz por causa dos detentores do poder, que não querem sair do Terreiro do Paço, nem deixam que os poderes que detêm, por mais pequenos que sejam, saiam da beira deles ou do seu controlo. Por isso, só uma regionalização, pode acabar com esse estado de coisas, acabando com a hipótese do poder estar noutro lado que não seja a região para a qual tem e deve, servir.

A D. Manuela está enganada. Grande parte dos filiados no seu partido, e nos outros também, já viram as vantagens que a regionalização tem. Estará na hora da senhora também ver.

.

DESEMPREGO

.
NÚMEROS QUE ASSUSTAM

.

Não param de subir os números de desempregados em Portugal. Por certo que o mesmo acontece em todo o mundo por causa da crise global.

Em Portugal, que é o que nos interessa, só no último ano, subiu quase 24%. Números assustadores.

O governo não parece ter resposta para esta crise, e a oposição diz que tem, mas como estamos em ano de eleições, deve ser só para votante votar. As previsões para este ano, são catastróficas, embora o nosso Primeiro entenda que estamos no bom caminho. Como se dizia há anos, Portugal estava à beira do abismo, agora, com este governo, deu um passo em frente.

.

O PROVEDOR

.
TUDO NA MESMA


Continua tudo igual. Ninguém se entende nem vai entender. Cada um propõe o seu cabdidato e só à segunda volta se vai saber quem vai ser o Provedor.

À Cautela o PSD lá vai dizendo que o candidato do PCP é um bom candidato... Pode ser que assim tire votos ao candidato do PS.

Não há dúvidas que a porca da política continua por cá. Tanta teta e tantos candidatos a mamar. Até as tetas parecem poucas.

.

O NOSSO PRIMEIRO NÃO CALA JORNALISTAS

.
SÓCRATES PROCESSADO

.

Coitado do nosso Primeiro. Na brilhante entrevista (só quem não viu pode dizer o contrário) que deu à televisão do estado, parece ter injuriado os jornalistas do jornal da noite da TVI. Foi por certo sem querer, que o homem não é destas coisas. Mas a d. Manuela M Guedes, não gostou nada e não está pelos ajustes e vai processá-lo.
Caramba, não param as campanhas de várias cores contra o pobre do homem.
Entretanto durante a entrevista, ficou-se a saber como está bem o nosso País, e como temos a sorte de ter tão magnífico estadista a dirigi-lo. Decididamente, se o sr Primeiro continua assim, ainda acabo a votar nele.

.

LEI CONTRA A CORRUPÇÃO

.
O BLOCO FEZ, O PS APROVOU

Na realidade não tinha percebido muito bem a razão da aprovação da proposta sobre o sigilo bancário feita pelo BE, pelo PS. Outras propostas, apresentadas por outros partidos, e que não tinham esta leitura, não foram aprovadas.

Agora entendi. Tira-se com uma mão, e dá-se com a outra. Finge-se com toda a desfaçatez do mundo que se faz o que se não faz. Só os contribuintes individuais terão as suas contas bancárias sobre o escrutínio do Fisco. As empresas, ficarão mais protegidas do que com a lei actual, não podendo a DGCI aceder às suas contas sem autorização de um tribunal.

Foi aprovada na generalidade, e só se espera que na especialidade, esta proposta obtenha tantas alterações que fique irreconhecível.

Toda a gente sabe das manobras em que o nosso primeiro é perito, aqui mais uma vez demonstradas à saciedade.

Querem enganar quem? Querem proteger quem?

Isto é de um gozo tremendo, que me faria rir, se esta anedota não fosse infelizmente verdadeira.

Mais uma vez pergunto:

- Vamos ou não fazer com que o sr Primeiro saia pelo seu pé? Ou, será preciso dar-lhe um pontapé?


.

(In O Primeiro de Janeiro, 14-05-2009)

.

JM

.


Sem comentários: