quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

AUTO-ESTRADA ROSA

.
ROSA É A AUTO-ESTRADA QUE O GOVERNO NÃO QUER VER

.
O PSD, em mais uma secção de perguntas ao governo, falou numa auto-estrada cor de rosa, e perguntou ao nosso Primeiro qual a sua opinião sobre o caso.
Segundo este partido, o somatório de troços de auto-estrada existentes ou em vias de existir, entre Lisboa e Porto, perfaz a terceira ligação do mesmo género, entre estas duas cidades, contrastando com a pobreza de vias nas mesmas condições no resto do país, em especial no interior.
A esta questão, a que como de costume o Primeiro rodeou mas não respondeu, a exemplo de quase todas as perguntas que lhe foram feitas, o sr Sócrates, chamou de "baixar o nível do debate".
Também falou nos 11 000 desempregados que já o não são, através de empregos de transição. O emprego deste género, de transição, será como o do nosso primeiro, que espera quando acabar este trabalho, por sinal muito mal feito, receber um outro à sua medida e a ganhar mais uns milhares? Ou será mais poeira para Português sofocar e aguentar até às eleições, valendo assim mais 11 000 votitos'
Mesmo depois de ouvir muitos destes, em especial de quinze em quinze dias, às quartas-feiras, ainda me consegui surpreender com a capacidade do nosso Primeiro, em responder falando sem nada dizer.

.
JM
.

Sem comentários: