segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

LOUREIRO, BPN, CAVACO

.
TEM DE SE DEMARCAR!

.
.
Cavaco Silva, se quiser ser reeleito por mais cinco anos, quando chegar a altura devida, tem de se demarcar de Loureiro. Assim não pode continuar. Toda a gente sabe que o Presidente tem um nome intocável, e o que ele diz é lei. Mas, o diabo tece-as, e se ele não se acautela, e não arranja maneira de fazer sair de Conselheiro de Estado este antigo administrador do BPN, ainda acaba por se aleijar.
Sobre os 38milhões de euros, perdidos em Porto Rico no espaço de sete meses, e com documentos assinados por Loureiro a caucionar o negócio, ouve-se falar de esquecimentos, enganos, e agora da possibilidade de perjúrio.
Nada disto é admissível, e o Presidente tem de actuar. Para bem de todos!

.
JM
.

1 comentário:

Anónimo disse...

O Presidente actuar? Não acredito.Ele pretende demarcar-se sem se expor.BPN é terreno muito pantanoso