sábado, 21 de fevereiro de 2009

PENSAMENTOS REACCIONÁRIOS E UMA OU OUTRA PERGUNTA


.
PENSAMENTOS REACCIONÁRIOS E
UMA OU OUTRA PERGUNTA

.

1-

O governo Português aumenta o tempo da licença parental até seis meses ou mesmo até um ano, bem assim como o seu valor.
Em França, Sarkosy propõe a diminuição do tempo de licença de parto das Francesas.

Quem tem razão, e vê mais longe e melhor?

2-

Já não estamos em recessão técnica. A partir de agora a recessão é OFICIAL.

2% negativos no último trimestre, igual ao segundo pior resultado da zona Euro.
Desde há 18 anos que não tínhamos um resultado tão mau.

Ainda há pouco tempo, o sr Sócrates, acompanhado pelo melhor ministro das Finanças que alguma vez Portugal teve, dizia que a crise nos iria passar ao lado, criando em nós muitas ilusões.
As previsões da última revisão do Orçamento de Estado para este ano, já estão muito desactualizadas. Lá terá de ser feita uma revisão da revisão.

O nosso Primeiro, anda em campanha permanente, preocupado com o casamento dos homossexuais, medidas de Prec de segunda geração, eutanásia, e outras. Está com o norte perdido, e precisa de sair, se não pelo seu pé, a pontapé!

3-

O antigo dirigente do PSD, Ângelo Correia, disse que se dependesse dele, a presidente srª D. Manuela, saía já no dia seguinte da direcção do partido.

Com amigos destes, quem precisa de inimigos?

4-

O Presidente está preocupado.

O Presidente tem razão. Ao falar aos nossos jovens que ainda não arranjaram um emprego, é necessário dar-lhes algum alento, muito até, que a vida não está fácil.
Eu sei que o nosso Presidente não terá esquecido os outros, os que sendo jovens, ou menos jovens, ou de meia idade ou mesmo quase velhos, também estão agora desempregados. Uns de curta duração, mas outros, muitos, de longa e muito longa duração.
Também sei que o nosso Presidente, está muito preocupado com a capacidade que o governo que nos governa tem para enfrentar a crise. É que, sabe-o ele muito melhor que nós, a crise, é muito mais profunda do que tem vindo a público.
Deus nos valha, já que mais ninguém parece saber o que fazer para nos salvar.

5-

José Sócrates foi reeleito pela terceira vez secretário-geral do PS com 96,43% dos votos dos que votaram.

Grande líder, grande irmão!
Quem diria que tal fosse possível, quase unanimidade! Bem, os indefectíveis, Alegre e companhia, não foram na cantiga, nem os outros dois terços que não apareceram, mas isso não importa para estas contas.
Uma cópia quase perfeita do que se passou na eleição de Paulo Portas, na eleição de Jerónimo de Sousa e em menor escala na eleição de Francisco Louçã.

Com a excepção do PSD, que anda aos baldões por aí, o País só tem partidos com líderes fortes e sem alternativa.

Assim é que deve ser, quem manda, manda!
Neste nosso país de faz-de-conta, lá vamos gramar com o senhor mais uns tempos, e tê-lo como candidato de novo, a Primeiro Ministro.

Infelizmente, a nível nacional, e nos partidos que com ele concorrem directamente, não parece haver ninguém melhor colocado para vencer as próximas eleições legislativas.
Mas, a esperança ainda não faleceu!
Longa vida ao camarada Pinto de Sousa, que Deus o guie e a nós, não nos desampare.

6-

Se a regionalização já estivesse feita, ainda seria assim?

3417 km de estradas que não têm dono. Já não pertecem às Estradas de Portugal, nem ao Governo, nem às Autarquias, uma vez que há um diferendo entre estas três, não existindo uma entidade administrante conhecida.
Ninguém cuida delas (das estradas), pois que desde 2007, esta situação se mantém assim.
Mais um buraco em que este governo nos meteu.

7-

Dias loureiro, mentiu?
Se mentiu na AR, é crime. Se mentiu deveria já ter-se demitido de Conselheiro de Estado.
Mentira, verdade, ou tão só lapso de memória?
De uma forma ou de outra, os partidos pensam em chamar de novo o homem a nova comissão de inquérito, embora achem que precisam de recolher mais informações.
Enquanto isso, o PR, nada mais diz do que já disse sobre o assunto.
É no entanto estranho que Dias Loureiro se tenha tornado numa pessoa tão esquecida e tão distraída.
Se fosse, como se diz que é, um homem de honra, sério, honesto e sem nada que se lhe possa apontar, por uma questão de decência, pelo menos, já se deveria ter demitido de Conselheiro de Estado, deixando assim de colocar o PR numa situação embaraçosa.

Cavaco Silva, se quiser ser reeleito por mais cinco anos, quando chegar a altura devida, tem de se demarcar de Loureiro. Assim não pode continuar.

Toda a gente sabe que o Presidente tem um nome intocável, e o que ele diz é lei. Mas, o diabo tece-as, e se ele não se acautela, e não arranja maneira de fazer sair de Conselheiro de Estado este antigo administrador do BPN, ainda acaba por se aleijar.
Sobre os 38milhões de euros, perdidos em Porto Rico no espaço de sete meses, e com documentos assinados por Loureiro a caucionar o negócio, ouve-se falar de esquecimentos, enganos, e agora da possibilidade de perjúrio.
Nada disto é admissível, e o Presidente tem de actuar. Para bem de todos!

8-

Proteccionismo
Dizem que é proteccionismo, que é intolerável, que numa Europa a 15, 27 ou 35, ou o número que chegar a ser, isso não se pode fazer e que terá de haver sanções graves se tal se chegar a verificar. Estas medidas, já motivaram até, reuniões de emergência a nível Europeu, para debater o assunto. Mas, o plano já está em execução. Não há nada a fazer.
Indiferente ao que dizem, o homem, Sarkosy, Presidente Francês, que é de direita, apoiado por um partido de direita, com pensamento de direita, tem atitudes que a mim mais me parecem de esquerda.
Nem a esquerda francesa se atreveria a chegar tão longe, em muitas das suas actuais medidas.
O que lhe importa é ver o seu país, a andar para a frente no meio desta crise mundial. O resto não lhe interessa muito.
Tem coragem este senhor!
Entre as várias medidas que recentemente tomou, a de apoio ao sector automóvel, com as contrapartidas que exigiu, é a meu ver, de louvar, e até de copiar em vários sectores da nossa actividade

Quem me dera que em Portugal, tivéssemos homens de visão, como este, a comandar-nos!

9-

Quem fala em campanhas sem côr?
Agência de dectetives que procurou Maddie, contrata advogado para queimar Gonçalo Amaral.

Esta é que poderá mesmo vir a ser considerada a Campanha Negra.
Uma verdadeira bomba neste domingo soalheiro.
Durante todo este tempo, houve alguém que nos andou a mentir. A mentir descaradamente. A nós todos. A todo o mundo.
A quem aproveitou a destruição de Gonçalo Amaral?
Maddie, Joana, que relação?

10-

Lá, como cá!

Venezuela / Portugal.
Lá, como cá, o homem venceu. Se convenceu ou não toda a população, logo se saberá. Se as eleições foram sérias, talvez nunca se saiba. Mas que de agora em diante ele pode concorrer sem limite de vezes à presidência, é já um facto.

Por cá, o homem também venceu, com percentagens diferentes, mas com abstencionismo também muito diferente. Se convenceu ou não os que não foram votar, logo se saberá. Que as eleições foram sérias, não tem dúvidas que se saibam. Mas que de agora em diante ele tem nova obrigação para com os seus pares, é já um facto.
Lá como cá, parece que vamos ter de aguentar com estes senhores durante muito tempo.


.

JM

.


Sem comentários: