domingo, 12 de outubro de 2008

Mais uma crise no PSD

.
Liderança do PSD:
Presidente do Governo regional da Madeira quer lugar de Ferreira Leite
.
João Jardim desembarca em Lisboa
.
Vai ser um verdadeiro vendaval na política portuguesa e no PSD em particular.
Alberto João Jardim está mesmo decidido a deixar a Madeira e vir para Lisboa não só disputar a liderança dos sociais-democratas como combater o inimigo de estimação nas Legislativas de 2009. As coisas estão a ser devidamente preparadas e Janeiro é o mês escolhido para a grande ofensiva.
Primeiro vão aparecer as assinaturas a exigir um congresso extraordinário e aí saltará em força o presidente do Governo Regional da Madeira a anunciar a candidatura. É difícil imaginar qual será a reacção de Manuela Ferreira Leite a mais essa crise no PSD. Uma hipótese é aceitar o repto e ir à luta contra Alberto João Jardim. Mas nos meios da oposição à actual liderança fala-se na possibilidade de Rui Rio ser obrigado a saltar para a ribalta da luta política e assumir as suas responsabilidades de eterno desejado para presidente dos sociais-democratas. Neste caso, a luta seria entre Jardim e Rio e abria-se um novo problema na Câmara do Porto, muito embora seja admissível que, no caso de Jardim vencer, Rio possa recandidatar-se. Uma coisa é certa: João Jardim está farto de Lisboa e vai descer à capital para pôr tudo na ordem e tentar derreter Sócrates nas eleições de 2009.
.
António Ribeiro Ferreira
In Correio da Manhã
.
JÁ NÃO BASTAVA O DR. LUÍS FILIPE MENEZES ESCREVER E FALAR QUASE DIARIAMENTE.
AGORA A COISA PODE PIAR FINO, MUITO FINO MESMO!
.

1 comentário:

JOSÉ MODESTO disse...

Uma boa Democracia, precisa de uma oposição Credivél.