quarta-feira, 29 de outubro de 2008

MENEZES CADA VEZ MAIS DURO COM O PSD

.
DIRECÇÃO DO PSD ESTÁ A ENTERRAR O PARTIDO!


Luís Filipe Menezes acusou a actual direcção, liderada por Manuela Ferreira Leite, de estar a "enterrar" o partido, criticando a "insensibilidade política" manifestada na questão do aumento do salário mínimo nacional.

"Num momento em que temos muitos portugueses a viver abaixo dos níveis mínimos de dignidade, questionar um aumento do salário mínimo de algumas dezenas de euros é de uma insensibilidade política levada ao extremo do que é quantificável", declarou Luís Filipe Menezes.

Manuela Ferreira Leite considerou que o aumento para 450 euros do salário mínimo nacional proposto pelo primeiro-ministro "roça o nível da irresponsabilidade".

"Um partido como o PSD, que entregou terras no Alentejo a rendeiros, que instituiu o 14º mês aos reformados, que fez o maior aumento de pensões em Portugal, que lançou o plano de erradicação de barracas e os programas de combate à pobreza nas áreas metropolitanas, é o mesmo que hoje está em desacordo com um aumento de 20, 30 ou 40 euros a portugueses que vivem em piores condições?", questionou o ex-dirigente social-democrata.

Para Luís Filipe Menezes, "os militantes e os dirigentes do PSD têm que rapidamente pôr a mão na consciência".

"A actual direcção política (do PSD) manifestamente não tem jeito para estas coisas, está a enterrar o partido para além do que é possível e admissível", afirmou.



.


Sem comentários: