sexta-feira, 14 de agosto de 2009

BANDIDOS, TERRORISTAS, SALAFRÁRIOS, CARBONÁRIOS, BOMBISTAS E MAIS QUE SEJA

.
CADEIA COM ELES
.
.
.
Não se admite!
Um bando de energúmenos, apoiados sabe-se por quem, assaltaram o edifício da Câmara Municipal de Lisboa, e hastearam a bandeira da Monarquia.
É por todos sabido que a Constituição de Portugal, embora tolere partidos com ideias monárquicas, não permite de modo algum a Monarquia.
Podemos ter cá regimes comunistas, capitalistas ou seja lá o regime que se quiser, excepto totalitarismos de direita e... Monarquia.
A bandeira, esteve hasteada até à hora do almoço.
A Câmara Municipal de Lisboa, pondera interpor uma acção judicial contra os autores de tal crime (terroristas), tendo já feito queixa à PSP.

Acho muito bem.... bandalhos! Nunca tal se viu em Portugal (excepto à noventa e nove anos, mas isso já foi há muito tempo, e não está cá ninguém que se lembre)!
Tudo para a prisão..... JÁ!

.

JM
.

14 comentários:

Anónimo disse...

Acção cobarde efectuada por uns ranhosos que desrespeitam a bandeira da cidade de Lisboa.

Para estes cobardolas um tiro na cabeça na noite da maluquiçe seria bem melhor que os meter na cadeia.

Condes ? Viscondes ? Marqueses ? Morgados ? Principes e princesas ?e o regresso das benesses que mamaram outrora em regime castiço e fadunho ?

Puta que os pariu !

Um republicano prontinho para rachar muitas cabeças de sangue azul !

Luis Alvez disse...

Terroristas? Voce não acha que está a exagerar? Aqui no norte de portugal isso é considerado uma brincadeira! Nas aldeias costuma-se roubar uma vaca e prende-la ao sino da igreja. Os lisboetas são mesmo uns meninos! Chatearem-se por uma brincadeira de putos.!!! Santo Tirso!

ATRIBUTOS disse...

Meu caro Luis Alvez,

Aqui no Norte de Portugal (Porto) e neste blogue em particular, cultiva-se o cinismo.

Cumprimentos

Anónimo disse...

terrorismo é o que os senhores praticam à 99 anos, e que terrorismo esse!

RockyBalbino disse...

O anónimo nº1 é o retrato perfeito de republicano: cobarde e cheio de ódio assassino.

A vossa gente fez o mesmo há 99 anos. Estes só mudaram a bandeira do município, nem mexeram na da república maçónica, seu jacobino guilhotinador!

J. Humboldt disse...

Excelente texto, de humor fino...
A "república" (das bananas) surgiu de um grupo de antipatriotas, da maçonaria, que rapidamente se apoderou do aparelho do estado... antes que o Povo soubesse de alguma coisa...
A mentira e a golpada assassina foram o seu substrato. E continua a ser...
Não pode ir muito mais longe um regime que nasceu da mentira e do sangue de inocentes...

Rita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Existe o direito á indignação por estes "politiqueiros" que nos governam. Como se compreende que os mesmos de hoje são na sua grande maioria os mesmos que nos des-governam há mais de 30 anos? Como se entende que a Republica nos saia mais custosa financeiramente que a monarquia espanhola? Criaram-se com esta democracia republicana condados partidários para os amigos.

Anónimo disse...

TERRORISTAS???????

Onde está a comenda dada no 10 de Junho?
Onde está a reforma dada pelo Estado?
Onde está a promoção por "feitos especiais"?
Onde está o indulto presidencial?

OS do 31 da armada não têm nada disto, logo na República Portuguesa não podem ser chamados Terroristas.

Nuno Castelo-Branco disse...

Adorei. Espero que o próximo acto "doa" mais!

FLV disse...

Realmente a noção de respeito, ou não é perceptivel, ou não é respeitada por quem manda.
Falta de respeito é o que é imposto ao povo português, que proibe totalitarismo de direita e a monarquia.
Porque não proibir totalitarismos de esquerda, governos minoritários, pessoas que pensem diferentemente de nós, que tenham mal gosto a vestir ou cheirem mal, que digam mal de tudo ou um sem número de outras coisas que ofendem a sensibilidade de alguns e não de todos?
Porque não se proibe a corrupção e o roubo autorizado, as derrapagens nos custos e prazos das obras publicas, que os lugares vitais para o país sejam ocupados por arrivistas que mal sabem escrever e que apenas ligam à imagem?
Porque não se proíbe que um bando de gente esteja deliberdamente a destruir um país (ou será apenas incompetência pura?)
Com estas proibições estão a passar um atestado de estupidez ao povo português.
Voltando ao tema, os mesmos que agora se indignam, estão calados com os verdadeiros actos de barbárie que atravessam Portugal, como são os grafittis ("uma forma de arte" dizem os pseudos literatos), a destruição do património ambiental, ecológico e histórico ("é o progresso" dizem os cultores da pseudo evolução), o embrutecimento e a ignorância dos nossos filhos, com este miserável sistema de ensino ("é a modernidade" dizem os defensores do ignominioso politicamente correcto) e tantos outros exemplos.
Sobre a acção em si, apesar de achar que nós, os monárquicos, temosdar o exemplo e não fazer como os republicanos fizeram, que foi impor um regime, e como tal não utilizar acções subversivas ou ilegais, não deixo de aplaudir e achar que esta acção, ao estilo da melhor anarquia (onde anda ela?) e irreverência prova que ainda existe sangue quente em Portugal.
E não deixo de pensar se em vez da bandeira azul e branca tivesse sido encarnada com a águia, todos teriam aplaudido (eu não...ehehehe).

http://dentadasdolobo.blogspot.com/

metitus disse...

Epa , Monarquia nunca mais... somos todos iguais e esse e um direito constitucional da republica. A questão não e o sistema politico, isso nem se põe em questão , o problema aqui foi a forma como a republica foi instaurada. Os políticos e que não prestam ... agora não me venho com ideias de monarquias, não sabem onde se estão a meter. Felizmente grande parte da população portuguesa já e bem mais formada, logo mais culta.

Joãoc disse...

Santa ignorancia a dos poucos senhores que ainda se ficam pelo republicanismo... "Somos todos iguais" Sim, decerto somos "todos iguais" aos olhos da Lei. e desde 1822 que a primeira frase da Constituiçao Portuguesa é: "A Lei e igual para todos" e todas elas tinham tambem "Os Titulos Nobiliaticos sao apenas de cariz honorifico". Espero ter esclarecdo esta questao. Agora falemos dessa tao falada "Somos todos iguais isso e um direito da consituiçao da republica... 1ª republica: Guerra civil nao declarada, 500 pessoas mortas por dia em rixas. Ataques bombistas, revoluçoes e contra revoluçoes (dentro ra republica) todos os dias, ou seja, instabilidade total, incapacidade governativa e incapacidade mental desses senhores da falsa Res Publica. 2ª republica-Regime Ditatorial de cariz fascista, que como se diria popularmente falando "'Tavam memo a pedi-las" com a 1ª, penso que nao preciso de dizer aki mais nada, 3ª republica: O Grande desastre de 74 ate agora... se ha uns anos alguns ainda diziam k tinha sido muito bom que e muito bom penso que poucos sao os que hoje acreditam no valor desta 3ª Republica. A Partir do momento em que a Populaçao que sofreu um "Brain wash" de 100 anos anti-monarquico, manipulador em relaçao a tudo, assimilar o que disse anteriormente e ainda desfazer alguns outros preconceitos e ideias erradas podemos passar a um debate sério. Ate la so terei um calafrio cada vez que ler barbaridades como as ditas pelo Sr. Metitus e o Sr. Anónimo que ja teve uma resposta adequada sobre o que tambem eu penso de si... Ainda por cima dzendo ele que hoje em dia as pessoas sao mais cultas e formadas,tiro no pe. Cada vez ha mais monarquicos e basta ver a importancia mediatica que começam a ter... Aconselho os Srs a largarem todos os seus preconceitos e a pesquisar decentemente.Analisando informaçao dada por monarquicos e por republicanos. E a compara-las com factos.

Antístenes disse...

Caro JM,
perdoe-me a correcção porém o seu texto não foi cínico mas irónico.

Quanto ao acto em si acho que foi notável.
Ver a bela bandeira Portuguesa hasteada na Praça do Municipio foi excelente.

O alarido da "falsa virgem" Costa é que é uma vergonha.
Os "Republicanos" assassinos, regicidas, traidores lesa-pátria, fizeram, e continuam a fazer muitíssimo pior, e no entanto, nunca foram julgados.