sexta-feira, 7 de agosto de 2009

MAIS UM QUE... LEVOU!

.
A ESTUPEFACÇÃO DO PRESIDENTE
. .
Bem que pode estar estupefacto, pois se calhar isto aindo não acabou. É sabido, quem se mete com "ele", leva! Já o disse há muito tempo o sr Coelho, e o último a senti-lo foi o sr Moniz. Pelo meio, ficaram muitos, sendo um dos últimos, uma, que da TSF foi "banida".
Mas é assim a vida neste País cujos governantes, fomos nós que escolhemos, quando em maioria, lhes demos o voto de que necessitavam. Agora não nos podemos queixar. Mas podemos mudar, e se formos inteligentes, não voltamos a votar nestes senhores.
Desta vez a estupefacção do Presidente acontece, porque um senhor doutor foi posto na rua depois de ter dado, em conjunto com outro senhor doutor, um parecer negativo sobre o "testamento vital". Ora e o que aconteceu ao outro senhor doutor? Nada, porque se calhar se antecipou ao que iria ocorrer e demitiu-se entretanto. Quem se mete com este governo, já sabe ao que está sujeito, mas nunca deveria ser assim. Não com gente séria!
O verniz estala entre a Presidência e o governo. A oposição toma uma atitude e pede explicações.
Ou melhor, por enquanto só alguma oposição, mesmo que pequenina.
Isto ainda vai dar muito que falar, e depois vai dar em nada, como de costume.
E, para mal dos nossos pecados, ainda falta dois meses para podermos os pormos fora, a pontapé, já que não quiseram sair pelo seu pé!

.
JM
.

2 comentários:

Força Emergente disse...

Caro amigo
De facto já chegámos ao ponto mais baixo da decência. O pior é que nem sequer vemos por parte dos outros partidos com assento parlamentar, aquela resposta que se impunha, se facto se sentissem incomodados com tanta pouca vergonha que vem sendo protagonizada por este governo.
A obrigação que tinham era terem abandonado o parlamento e exigido uma tomada de posição por parte do Presidente da Republica. Um Parlamento que permite que um governo assine um contrato como aquele que assinou com a Mota Engil para os Contentores de Alcantara e se mantem em funções, perdeu toda a legitimidade para dizer que estão a fazer serviço publico. A isto chama-se irresponsabilidade colectiva.
É tempo de assumirmos a nossa responsabilidade perante o País, já que ninguem parece capaz de o fazer. Serão precisos todos os que têm da Ética e da Vida uma noção de valores e dignidade que há muito desapareceram do País.
Vamos Retomar Portugal.

João disse...

Ora,ora deixemo-nos de estupefacções.... Se estivesse o Jorge Sampaio na presidência e o PSD no governo seria uma lamentável ingerência de um orgão de soberania nas competências de outro...O PALA não tem já muito que fazer nos cargos que desempenha? Ele até escreve nos tempos livres.... Neste país só há meia dúzia de "deuses", o resto é figuração. Quantos médicos há neste país? Só há um de prestigio? Já agora: quantos economistas há em Portugal? Só são aqueles três ou quatro que aparecem na televisão?