sábado, 8 de agosto de 2009

DESCANSA EM PAZ

.
.
FALECEU UM SENHOR DO TEATRO.
O TEATRO ESTÁ MAIS POBRE.
ESTAMOS TODOS MAIS POBRES.
.
. .

Fizeste-nos rir, fizeste-nos pensar. Foste um senhor no Teatro. A minha juventude, e a de muitos como eu, foi marcada pela teu humor. Tornaste-nos a todos mais ricos, primeiro com os teus monólogos, depois com toda a tua carreira.
Que saudades vamos todos ter de ti. A vida não se perdeu!
O teu legado perdurará para sempre em todos nós.
Obrigado, por teres estado entre nós.

Descansa em paz, Raúl Solnado.

.
JM
.

(Neste blogue pode ver e ouvir muitas das maravilhas que Raúl Solnado nos deixou, na coluna da esquerda, em baixo em, PARA VER E PARA OUVIR)

.
.
.

2 comentários:

Rui Fernandes disse...

Raúl Solnado, um home com H grande... Não me lembro de o ver, sou muito novo, mas lembro-me de os meus pais se rirem à fartazana, desculpe a expressão, quando o miravam....

Sem dúvida um grande homem e actor...

Até sempre...

Rui Fernandes

Dylan disse...

"A vida é um palco"

Não sendo eu da geração de Raúl Solnado, sei a perda irreparável que o seu desaparecimento provocou, numa época em que a comédia se confunde com o insulto brejeiro. O actor aprendeu com os melhores - João Villaret, António Silva e Vasco Santana -também por isso, merece estar na galeria dos imortais. Imaginemos a audácia e a inteligência de ridicularizar o Antigo Regime e os seus tabus, contornando a censura, utilizando jogos de palavras numa encapotada infantilidade. Foi um homem solidário que deu tudo pelo teatro, muitas vezes colocado acima dos interesses familiares.

http://dylans.blogs.sapo.pt/