segunda-feira, 31 de agosto de 2009

COITADOS DOS ESPANHÓIS

.

.
TANTA GENTE A VIVER MAL
.
.

Imaginem que em Espanha, segundo informações fidedignas, o PIB cai como nunca se viu e o desemprego é enorme Para além disso, há mais de 60% de assalariados a viver com menos de mil e cem euros por mês (13.200 euros anuais/12 meses - 15.400 euros/14 meses).

Coitadinhos, se calhar ainda vamos ter de os ajudar com alguma coisinha.

Os pobres, têm um salário mínimo de 600 euros (7.200 euros anuais/12 meses - 8.750 euros/14 meses), uma vergonha nesta Europa a vinte e sete.

Espanha é um dos países europeus que tem os salários mais baixos da comunidade.

Eu, se fosse a eles, revoltava-me. Acabava com este governo, destituía o Rei. Não há direito. Assim não se consegue viver.

Será que eles quereriam o ainda nosso Primeiro para os governar?

Por solidariedade para com eles, até nem me importava que ele fosse para lá.

Assim como assim, seria mais um emigrante Português com sucesso no estrangeiro.

E eles por certo que iriam ficar todos satisfeitos. Em pouco mais de cinco anos, o homem punha o País deles direitinho como um fuso.

Pensando melhor, podemos exportá-lo? A preço de custo? Sem encargos aduaneiros ou outros? Sempre abatíamos alguma coisita, pouca, ao déficit.

Podemos, por favor?


.

(In O Primeiro de Janeiro, 31-08-2009)

.


.

JM

.


Sem comentários: