quarta-feira, 14 de outubro de 2009

PIOR A EMENDA QUE O SONETO

.
MAITÊ ACHA QUE PORTUGUÊS É BURRO E NÃO TEM HUMOR
.
É OUVIR COM ATENÇÃO:

.

.

.

VEJA O VÍDEO DA POLÉMICA, AQUI
E SAIBA QUE A WIKIPÉDIA DESCREVE ESTA SRA (?) COMO UMA ACTRIZ PORNOGRÁFICA E IGNORANTE.
REACÇÕES OFICIAIS: AQUI,

JM

.

12 comentários:

JOSÉ MODESTO disse...

Curiosamente convidada pelos Portugueses para o lançamento do seu livro.
Assediada várias vezes pelos nossos orgãos de comunicação social para efeitos da sua promoção.

Definitivamente alguns Portugueses não aprendem.

Saudações Marítimas
José Modesto

Anónimo disse...

O video e as atitudes de Maitê são grosseiros e de extremo mau gosto. Acho que ninguém está contente com isso.
Porém, que sirva para alguns portugueses pensarem que ninguém gosta de ser ofendido e desrespeitado! Já vivi em Portugal e muitas vezes me senti ofendida pela maneira que fui tratada simplesmente por ser nascida no Brasil. Fui à Lisboa através do consulado português para trabalhar como arquiteta e sou de família portuguesa. Ainda sim, muitas vezes tive de ouvir piadinhas preconceituosas e pejorativas à mulher brasileira e ao povo brasileiro. Concordo que há muita gente que comporta-se mal, mas não se pode punir uns pelos erros dos outros pois também há muitos brasileiros que fazem ótimos trabalhos aí. Portugal é uma terra linda, mas acredito que as pessoas deveriam tratar o outro como gostariam de ser tratados!
Maria. SP-Brasil

Anónimo disse...

Não pode chegar e pedir desculpas opss nada aconteceu.
Todos são responsáveis pelos actos praticados e uma figura publica como esta Sra. não pode passar impune por tal actos vergonhosos.

Anónimo disse...

Alguem pode acreditar
em todas as frases mara-
vilhosas que todos os
actores brasileios
proferem quando nos
visitam e são recibos
como "Stars" ?????

Hélder disse...

Maria, eu vivo em Almada - Portugal, nunca emigrei (não sei o que isso é na pele), tenho amigos chegados brasileiros, família no Brasil, não sou preconceituoso com a cor; raça; religião; nacionalidade ou qualquer outra coisa que por norma possa fazer repelir o ser humano, acho que na vida as pessoas tendem a criticar-se, uns aos outros, por ser mais fácil que olharmo-nos a nos mesmos e não me quero alongar, pois corremos o risco de dar demasiada importância ao facto de uma actriz mundialmente conhecida e bem conceituada em Portugal e acarinhada pelos seus nacionalistas, (porque até gostamos de alguma cultura), ter como a própria disse como forma de resposta aos seus actos (e nós sabemos que há actos, que falam por mil palavras), era tudo uma brincadeirinha, voltou a fazer borrada, mais valia nem ter dito nada. Mas enfim o que eu queria dizer é que em relação à tua experiência, cá, e como não presencie os factos que descreves, acho a tu uma gota de água e a Maitê Proença, um Oceano e sabes por quê não sabes!? Claro que sabes. E, se te sentiste ofendida pela maneira como foste tratada, simplesmente por seres quem és, não devias de ter deixado isso assim na altura e sabes por quê? Pelo facto de isso ainda hoje te trazer más recordações e fazer-te mal, aproveitares este incidente diplomático, porque é isso que é, para transmitir dor a que nem te conhece. Todos temos a nossa cruz e isso é um complemento à raça humana. Se os factos que relatas tivessem passado na tua terra natal como os descrevias (má educação talvez).

Anónimo disse...

maria, e tb te cuspiram na cara?
voçês gostam todos muito de se armar em coitadinhos,é incrivel!
tÊm uma terra enorme, rica, tão evoluida...pq n ficam por lá?

o q dizes é mentira, as pessoas cá reagem é aos comportamentos abusivos q os brasileiros têm , são gente mto á vontade demais, abusadores!
em roma sê romano!
pq n somos racistas nem preconceituosos, senão o q estavam cá tantos de voçês a fazer?

Anónimo disse...

a maité não passa de uma coisinha pequena e boçal, tal como os que acharam tanta piada ao achincalhamento feito!

dp ainda veio chamar os portugueses de burros,mais uma vez, ao dizer q n tinhamos entendido q era uma brincaceira!
claro, pq cuspir num monumento nacional, tem imensa piada...

há, e maite´querida?
o 3 invertido é uma quest
ao mistica, está assim de propósito...enfim...coitada!!
e coitados dos brasileiros

Acácio Leite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Eu com o meu sentido de humor apuradíssimo não entrei em nenhuma " saia justa " Eu não vi cuspidela nenhuma . Eu vi sim ou um orgasmo falhado ou os resquícios de esperma do porteiro do tal hotel . Deixem a rapariga gozar à vontade

Joao Baptista disse...

Eu gosto que me façam cecegas no cérebro, acho que tenho sentido de humor e não me acho estupido.
Por isso sei distinguir humor de estupidez, e aquilo que a actrizeca brasileira fez foi de um mau gosto.
Agora mandem o Eusebio ou a Mariza gozar com o Cristo do Corcovado (Uma das maravilhas do mundo? gozam com os Jeronimos e acham aquilo lindo!) e vamos ver se eles tem sentido de humor

Clàudia Maia Felício disse...

Sempre tive uma grande admiração pelos actores brasileiros e eu, tal como muitos portugueses, nutro carinho pelos meus irmãos brasileiros, e pelos meus amigos brasileiros que vivem em Portugal. A Maitê Proença é , desde hoje, para mim, persona non grata no meu país....A arrogância, superioridade e estupidez que mostrou, que não percebo de onde vem, porque, para além de ser uma atriz razoável e ter, o que nós chamamos , "um palmo de cara", não lhe reconheço valor nenhum.... Quem ela julga que é?!!!Que se reduza à sua insignificância...Coitadinha....só posso ter pena...Queria chamar a atenção?Precisa de trabalho e não lhe dão??? Manoel Carlos, que nunca mais exista uma Helena na pele dessa senhora!!!!E o pedido de desculpas é uma afronta aínda maior!!! Por quem nos toma????Essa conversa de "brincadeirinha" não pega, e não desculpa nada!!!Brincadeiras desse género ela pode continuar a fazer....mas no país dela.No meu, não obrigada!!!!!

Dom disse...

Há que Maitêla no olho do cu !!!

Neste momento bem gostava de ter tempo e disposição para escrever e enviar um comentário sobre o procedimento dessa fulana brasileira chamada Maitê Proença Gallo. Logo vi que aqui tinha que haver penas, patas, muita crista e uma enorme e abusada cloaca. Ontem abusei da feijoada e deu-me para a caganeira. Estou, portanto, sentado na minha sanita com o computador entre sobre as pernas. Ou seja eu e o meu computador estamo-nos cagando para a dita cuja carcará Maitê nascida em S. Paulo e que perdeu a mãe quando tinha 12 anos. No vídeo "de desculpas" sobre a merda que fez, em que é notório que a emenda é bem pior que o soneto, a fulana diz que está habituada a rir e a gozar com a mãe???? (morreu ou arranjou outra?) com os mineiros, os cangaceiros, o presidente da república do Brasil, e com todos. ??? Segundo reza a biografia da rapariga, (Google, página Dramaturgia Brasileira - Maitê Proença) ela e o irmão foram abandonados pelo pai após a morte da mãe, ingressando então num pensionato luterano. Em 1977/78 (teria então a pseudo-belezura 17 virgens aninhos) numa viagem pelo mundo (qual mundo e que tipo de mundo????)faz, em Paris, um curso de mímica (será que foi só mímica???)com o mestre do grande Marcel Marceau, Etiènne Decroux. Foi então a sua primeira experiência nas artes cénicas. Não entendo o porquê de ter sido considerada em França, artista brasileira na área da pornografia...Sobre a bicha está tudo dito.
O que me lixa (para além de estar de caganeira) é ter visto o omnisciente sabichão, jornaleiro, escritureiro, palradeiro, palhaceiro e convencido a importanteiro Miguel Sousa Tavares sair em defesa da fulana que deve ter pénis entre as penas, (perdão; púbis entre as pernas) ignorância na inteligência, merda na tola e cloaca na boca (isso vi eu quando lhe saiu da mesma para dentro do fontanário o que parecia ser saliva). Esse tal de Miguel Sousa Tavares há muito tempo que diz o que quer, sobre o que quer, sobre quem quer, sobre o que sabe e o que não sabe. A figura deste outro bicho já chateia e até chega a meter tanto de enjoo como de nojo. É tão português como o meu amigo Huan nascido numa aldeia esquecida no interior do Vietname. A porcalhona da dita actriz paulista (?) amiga (?) do esgarento Tavares faz juz áquela velha máxima que diz: o ser humano é o único animal que cospe na água que bebe! Gostava de ver a fulaninha com aquele ar de rapariguinha virada a besta, cuspir no seu próprio prato da sopa ou cuspir na carpete do seu amigo Miguel, já que, penso eu de que, a dita cuja lhe terá já cuspido no focinho. Há gajos que gostam destas educadas excentricidades. Dedico aos dois (estão muito bem um para o outro)o alívio que acabo de dar aos meus intestinos nesta minha silenciosa cagadeira. Viva eternamente Portugal, o seu povo, a sua história, o seu passado, a sua cultura, os seus descobrimentos e o que fizeram por esse mundo fora, (se não fosse Portugal o Brasil não tinha cultura, história e passado que se visse). Vivam também os brasileiros que não se revêem naquele Gallo capão. Viva a minha caganeira? Viva!