sexta-feira, 16 de outubro de 2009

SÓCRATES, O DIALOGADOR

.
DIÁLOGOS FRUSTRANTES
.
.
.
O dialogador (na verdade tenho-lhe dado o cognome de "o dialogante", mas este é bem mais bonito, pelo que vou passar a utilizá-lo) tudo terá feito para conseguir um acordozinho ou uma coligaçãozinha. Tentou de tudo, com tudo quanto é partido com assento Parlamentar. Começou com a sra dra Manuela e a sra disse-lhe que não. Depois seguiram-se os outros pequeninos, e as respostas foram exactamente as mesmas.
Desta forma, triste e acabrunhado (ninguém parece querer ajudá-lo, ou gostar minimamente dele), já informou que vai apresentar dentro de dias (não disse quando) um governo de iniciativa PS.
Vai ser complicado. Governar nessas condições pressupõe ingovernabilidade. E não convém mesmo nada que Portugal fique ingovernável. Sócrates, o dialogador, vai ter de mostrar o que vale, que será pouco ou muito, dependendo do que conseguir ir fazendo ao nosso País.
Alguém vai ter de ceder. Quem será?

.
JM
.

Sem comentários: