terça-feira, 17 de março de 2009

CÁ NÃO, QUE SOMOS BONZINHOS E A CRISE É PARA OS OUTROS

.
SALÁRIOS NÃO DESCEM!
.
Ora bem, terá dito o Ministro do Trabalho, se calhar por ordem do Primeiro, nós cá estamos em ano eleitoral, com muitas eleições juntas e não nos podemos dar ao luxo de antagonizar seja quem for. Já basta o que basta, com a crise, os tiros nos pés e essas coisas todas. Por isso, meus senhores, tenham paciência mas reduzir salários é que não. Temos que ser muito realistas, os senhores que ganham muito, e a quem poderíamos tirar alguma coisita, são os que nos financiam as campanhas eleitorais, não podemos mexer com esses tipos. Vamos mas é dar umas palavrinhas a abater, dizer que sim e mais que também, e que pois claro, e deixar tudo na mesma. Iríamos baixar em quanto?, até quando?, e isso beneficiaria a quem? Deixem-se de coisas. Eu vou lá e digo que tenho dúvidas que seja um sistema viável, e que tal coisa até pode levar o país a uma ruptura social. E vão ver que tudo fica bem.
E nessa reunião de Ministros, lá ficou decidido que assim seria. E o homem botou faladura para quem o quis ouvir.

.
(Também no blogue Clube dos Pensadores.)

.
JM
.

Sem comentários: