quarta-feira, 18 de março de 2009

DESCLASSIFICADO

.
SEM CLASSIFICAÇÃO
.
Não entendo este sr Alegre. Não percebo a sua ideia. Com empresas a fechar, com o desemprego a aumentar, com a fome a bater à porta de quem não tem emprego, o poeta quer que se aumentem salários. Será para ver em quanto tempo mais empresas fecham? Será para que se diga que a crise já acabou e assim poderia ser que ela se fosse embora? O homem estará bem? É verdade que estava junto a amigos da OPS, uma corrente do partido. Mas mesmo assim! Está cada vez mais incómodo este camarada.

.
JM
.

Sem comentários: