sábado, 21 de março de 2009

COITADOS DOS DEPUTADOS

.
DORMIR NA ASSEMBLEIA
.
Não se admite o que os senhores que mandam, e que por mandarem mandaram fazer obras na A.R., fizeram para prejuízo dos senhores deputados.
Então não querem lá ver que resolveram impedi-los de dormir nas horas de funcionamento da Assembleia? Estavam eles bem habituados, a fazer nada, a dormir e a votar em carneirada, com direitos adquiridos pelos anos de prática, e agora, com prepotência, sem aviso prévio, até com uma certa arrogância (própria de quem pode quer e manda), vão impedi-los de dormir, colocando luzes especiais que o impedem.
Coitados dos senhores deputados. Como se sabe, a falta de horas de sono, provoca perturbações graves no equilíbrio (se é que ainda existe nestes senhores) mental do ser humano. Quantas baixas por doença paga o estado por situações provocadas pela falta de dormir?, muitas, de mais, milhares! Com esta situação, mais e mais horas vão estar sem trabalhar, de baixa por doença, os senhores deputados.
Felizmente que, para colmatar estas deficiências, os deputados passaram a ter computadores individuais com acesso livre à internet, o que só por si já lhes tiraria o sono, tal a quantidade e variedade de sites a que poderão aceder para seu divertimento. Mas isso não invalida a defesa intransigente dos direitos adquiridos.
Não se admite tal situação, e entendo que eles, os senhores deputados, deveriam fazer greve, indo dormir para outro lado mas levando os computadores com eles para se poderem distrair, faltando dias a fio às assembleias, de modo a fazerem ver ao governo que com direitos adquiridos não se brinca, e exigindo a reposição da luz suave e calmante que antes havia. Até porque com uma luz tão forte o ecrã do pc pode ficar menos inteligível.
Felizmente, não haverá razões para protestos por causa das cadeiras, que se manterão bem confortáveis e dignas de um bom cochilo, nem para os temas que não passarão a ser mais interessantes, continuando a adormecer os trabalhadores deputados muito suavemente.

.
JM
.

Sem comentários: