sábado, 7 de março de 2009

AS SURPRESAS DA NOSSA EDUCAÇÃO

.
ERROS NO MAGALHÃES
.
Foram detectados erros de Português, em jogos pedagógicos do computador Magalhães.
Dificilmente poderão deixar de pensar os nossos governantes, que esta treta toda, não seja mais do que parte de uma campanha negra já por demais evidente e denunciada à saciedade, destinada a denegrir o governo, por intermédio de um computador que foi fruto de uma campanha de markting das mais intensas desde o tempo da outra senhora.
Como é possível tantos tiros nos pés, por parte de quem tem a responsabilidade de não falhar em assuntos que se sabe, andam debaixo dos olhares atentos da oposição?
Segundo o secretário de estado da educação, foi uma surpresa o aparecimento destes erros. atrevo-me no entanto a dizer, que seria uma surpresa, isso sim, se não aparecessem erros por todo o lado e as coisas aparecessem bem feitas, dada a incapacidade e a por demais já conhecida incompetência de muitos dos elementos do governo.
Entretanto o Ministério mandou retirar do computador o software com erros de Português, e a empresa responsável pelo software com erros, já admitiu a falha humana que motivou esta bronca.
Aproveitando o momento, no que é perito, Paulo Portas acusou a directora regional da Educação do Norte, de não saber escrever, em virtude de um e-mail que terá enviado, em mais um caso a juntar a esta vergonha do software do computador.
Mais umas coisinhas para descredibilizar este governo, até porque o Magalhães, é o maior assassino da leitura em Portugal, e agora também da língua Portuguesa.
Em Outubro passado, escrevi isto sobre este nosso Magalhães.

.
(Citado no JN, pag 27, Blogues, 08-03-2009)

.
JM
.

2 comentários:

Helder Rossa disse...

Não entendo tanto alarido por causa de 1 aplicação entre +1300.
Depois o erro encontra-se corrigido desde Janeiro e existe já actualização disponível e sendo essa automática para os computadores ligados à Internet.

Ver press release: http://www.caixamagica.pt/pag/f_notc00.php?id=219

montes disse...

Se fosse assim tão fácil Herder Rossa, por que razão o ministério da educação disse que vai dar ordens para as escolas desinstalarem. Uma em 1300, lindo de dizer, mas porventura 1299 pertecem ao sistema e nem sequer os alunos contactam com estas.
É a pressa. Que ainda se mantém, não vê as desculpas que o primeiro tem dado para os atrasos nas entregas, até ao Natal, depois, até ao carnaval, até ao fim do 2º periodo, até ao fim do ano.