quarta-feira, 1 de julho de 2009

A IMPORTÂNCIA DA MORDIDELA

.
DESEQUILÍBRIO DO MAXILAR
.
Cissokho sofre de um desequilíbrio no maxilar inferior. Este problema impede-o de morder devidamente. Não é que se espere ou receie que o jogador agrida algum opositor durante um jogo de futebol, e resolva mordê-lo, provocando assim, por via de uma mordidela mal executada, alguma lesão de mau aspecto ou de difícil cura. Não, o problema é outro, e tem a ver com lesões nas costas ou nas pernas de que o jogador pode vir a sofrer. O Cissokho e não outro qualquer agredido por ele.
Na verdade, a boca, quando mal tratada ou estimada, tem repercussões noutras partes do corpo, provocando lesões. Mas neste caso, o jogador não tem lesões do foro estomatológico.
No historial do FCPorto, que eu saiba, é o primeiro caso de um jogador, que perde um grande contrato por causa de um maxilar estar desviado milimetricamente.
Por causa deste tipo de problemas, de fácil resolução, que no Cissokho nunca o impediu de jogar muito bem, em arrancadas fulgurantes junto à linha, muitos dos jogadores do Dragão jogam com um aparelho na boca.
De qualquer forma, o problema não é muito grave, e terá a ver com outros aspectos mais obscuros, já que, não servindo para comprar, os dirigentes italianos entenderam que seria bom obtê-lo como jogador por empréstimo do FCPorto. Mas os responsáveis do dragão, não foram em cantigas e disseram que não!

.
(In O Primeiro de Janeiro, 01-07-2009)

.
JM
.

Sem comentários: