quinta-feira, 9 de julho de 2009

O PORTUGUÊS MAIS CARO DO MUNDO NÃO É O CR9

.
UM HÁBITO QUE SE AVIZINHA
.

O PORTUGUÊS MAIS CARO DO MUNDO NÃO É O CR9

Chama-se Mark Teixeira e joga basebol. Joga no New York Yankees, e ganha quase 15 milhões de euros por ano. Mesmo assim também não é o Português mais caro do mundo.

No Manchester, o CR7 ganhava quase sete. Agora no Real, não se sabe ainda quanto vai ganhar, mas nem de perto nem de longe irá ter um vencimento parecido com o do sr Teixeira.

Bem, o Mark não é bem Português, é, melhor dito, descendente de Portugueses, e julgo que não terá dupla nacionalidade, mas lá que fica bem termos um tipo assim rico no mundo, lá isso é, e por via disso fica ainda melhor o poder dizer-se que é nosso compatriota, mesmo que não seja realmente verdade.

Mas, que a exemplo do realmente nosso compatriota, este vencimento é um atentado imoral ao que se passa por esse mundo fora, lá isso é. Mas passa-se lá para as Américas e só se veio a saber por um acaso da sorte. A crise deles é com eles, e em boa verdade nada tem a ver com a nossa. Afinal, apesar de serem os donos do planeta, na nossa terra deveríamos mandar nós, e eles realmente nada mandam por cá.


Mas anda tudo doido neste mundo.

O Real Madrid perdeu a cabeça e deu (confirmado pelo Manchester e por tudo quanto é notícia) 93 milhões de euros (a mais cara de sempre do futebol) pelo homem que ainda é o melhor jogador do mundo, Ronaldo de seu nome, Português da Madeira, e que na selecção Nacional não tem jogado nada que se veja. Na verdade só tem jogado bem quando está ao serviço do Manchester, o que leva a crer que o miúdo só joga em condições, quando vê os cifrões à frente (ou as câmaras de televisão que transmitem a sua imagem para o mundo inteiro).


O Real Madrid é um clube rico, inserido num país rico, onde não há problemas. A crise parece não atingir os nuestros hermanos.

O Real Madrid detém agora as quatro mais caras transferências mundiais no mundo do futebol.

O Ronaldo está já "em pulgas" para conhecer mais de perto as garotas espanholas.
Com tantos problemas em que o mundo está mergulhado, de entre os quais a pobreza a fome e a doença são as que mais sobressaem, é uma vergonha, é mesmo imoral que negócios deste teor, e por valores deste quilate, se realizem. Por amor de Deus, o homem dá uns chutos na bola. É o trabalho dele. Pelos vistos chuta melhor que os outros, mas não deixam de ser chutos numa bola.

Poder-se-ia dizer que os noventa e três milhões dados pelo clube espanhol ao clube inglês, aplaudidos pela maioria das pessoas, são de facto a alienação de um povo. Mas no fundo ele, Ronaldo, ganhará mesmo só um pouco mais que os sete milhões de euros anuais que ganhava no Manchester. Cerca de treze…! Nada de especial!

Mas o Português mais caro do mundo, não é de facto o CR9, nem tão pouco o Mark Teixeira, embora este, como se vê seja um pouco mais caro que o outro. O Português mais caro do mundo é o nosso Primeiro e nosso Grande Líder. Basta ver o que nos faz perder, ou gastar a mais, provocando até gastos irreversíveis nos nossos vindouros. Sendo que dizer isto, é um hábito que se avizinha.


.

(In O Primeiro de Janeiro, 2009-07-07)

(In O Primeiro de Janeiro, 2009-06-23)


.

JM

.


Sem comentários: