quarta-feira, 15 de julho de 2009

CAEM COMO TORDOS

.
MAIS UM
.
O transporte mais seguro do mundo está a mudar. Os aviões caem como tordos. Desta vez não foi um Boeing nem um Airbus. Foi um Tupolev. Mas o efeito é o mesmo, caiu e morreram 169 pessoas.
Das causas, nada se sabe, como nada se soube nos últimos acidentes mais graves.
Do que se sabe, é da cada vez maior utilização dos aparelhos, com tempos de espera entre voos cada vez mais reduzidos. Do que se sabe é da crise económica mundial que implica um maior custo dos combustíveis, e uma necessidade de redução de custos das companhias aéreas. Do que se sabe é que nas reduções de custos, estão incluídos os despedimentos de pessoal e possivelmente a menor manutenção dos aparelhos.
Isto sabe-se, para além de muitas coisas mais, mas ninguém nos diz a razão de continuarem a subir o número dos desastres com aviões. Mas lá no fundo, mesmo lá no fundo, a gente adivinha.
A desgraça abateu-se mais uma vez sobre as pessoas.

.
JM
.

2 comentários:

joe o indio disse...

Os boeing e os airbus são de estranhar, mas os tupolev tem fama de cairem como tordos!

Anónimo disse...

Não é verdade que "Os aviões caem como tordos". Qunatos cairam nos últimos anos? Qual a sua percentagem relativamente ao tráfego total? E que tal comparar estes números com os dos automóveis e das motos? Não seja alarmista que não lhe fica bem.
E não é verdade que não se saiba a causa das quedas dos aviões. Sabe-se praticamente tudo só que o processo leva normalmente vários anos pela complexidade do problema. Mas vem-se a saber praticamente tudo. Se quiser informar-se ficará a saber... Por exemplo aquele avião espanhol da Spanair que caiu no regresso das Canárias! Sabe-se tudo ao pormenor!