sexta-feira, 3 de julho de 2009

GESTO IRREFLECTIDO



Este gesto do Ministro Manuel Pinho que agora é ex- Ministro . Como as coisas e os nomes mudam tão depressa! Este movimento das mãos na cabeça a imitar uns cornos que pretendiam exprimir ideias e sentimentos para a bancada do PCP foram infelizes . Este movimento foi obsceno e inqualificável . Mas os portugueses já se questionaram porque é que tal aconteceu ! A colocação na tribuna do Governo Manuel Pinho era o que estava mais próximo da bancada do PCP, daí sujeito a bocas e impropérios dessas bandas . É pena , não ter ficado registado o que lhe devem ter dito e que não foi filmado em áudio ou vídeo. Não estou com isto a ilibar Manuel Pinho do que fez , mas quem não se sente não é filho de boa gente e um homem não é de ferro . Ficou demonstrado que o Ministro das gaffes não resistiu à pressão , a que está sujeito , e todo o Governo . Os nervos à flor da pele fizeram-no explodir . Manuel Pinho mostrou classe e elevação ao dar a entender que se demitiu , o que na realidade foi induzido por José Sócrates a fazê-lo . Por teimosia de José Sócrates que nunca quis mexer no Governo para não dar a entendr fragilidade , o destino obrigou-o a fazer mesmo em cima das eleições . Azar dos diabos. Já , deveria ter remodelado Manuel Pinho , Lurdes Rodrigues e Mário Lino e o seu governo não estaria nas ruas da amargura . Agora terá que amolar com o peso dessa sua não decisão.
Tudo acontece a José Sócrates que até não esteve mal no debate , mas a sucessão de incidentes em tão pouco tempo ( perda das eleições europeias ; negócio da TVI ; demissão de Manuel Pinho ) são muita coisa e muito perto das eleições . A sua margem de manobra cada vez é mais estreita e quase sem saída. Vamos ver...


.
Joaquim Jorge ( Clube dos Pensadores)
.

Sem comentários: