sexta-feira, 24 de julho de 2009

GUERRA ABERTA - CORRIDA AOS TACHOS

.
O LUGAR A QUE EU TENHO DIREITO, NAS LISTAS
. .
Está aberta e quase no fim, a época da caça a um lugar elegível nas listas a deputados para a Assembleia da República, para a Assembleia Municipal, e para o lugar de Presidente de Câmara e vereadores, vulgo, "corrida aos tachos".
Todos os partidos se regem por normas idênticas, onde os amigos, os compadres, os favores, os interesses, os deveres, e, por fim, só mesmo no fim, a qualidade das pessoas, são preponderantes na elaboração das listas a candidatos às diversas eleições que se avizinham. Não interessa nada saber ou verificar, se os eleitos para as listas têm alguma coisa a ver com a região por onde se candidatam. Isso é irrelevante!
Todos se arreganham e põem em bicos de pés para que sejam vistos e depois notados.
No caso do Partido Socialista, a luta está ao rubro, havendo um corrupio de putativos candidatos a vaguear pelos corredores. Prevêem-se muitos descontentes e poucos satisfeitos, quando no final da semana as listas derem à luz do dia. Um lugar, mais acima ou mais abaixo, pode ditar a morte ou a vida de um "artista".
Nos outros partidos, não deverá ser muito diferente, embora mais calmo, uma vez que se prevê uma subida generalizada das votações, e portanto mais gente eleita, ao contrário das votações no PS, nas quais se antevê uma descida, com muita gente a ficar de fora.
No fundo, bem lá no fundo, é tudo uma vergonha e um descrédito para o País.

.
(In O Primeiro de Janeiro, 22-07-2009)

.
JM
.