segunda-feira, 14 de setembro de 2009

CAMPANHA COMEÇA CHEIA DE ATAQUES E CONTRA ATAQUES

.
.
ORA AGORA ATACO EU, ORA AGORA ATACAS TU, ORA VAI ELE DEFENDER-SE
.
.
.
A campanha começou.
Multiplicam-se os jantares, os comícios, as palestras, os discursos e as palavras.
Ninguém quer ficar atrás de ninguém nos ataques, nas criticas e nas boas defesas.
Cada um, pensa que é o melhor da sua rua e que as suas soluções são as melhores para Portugal.
O que mais facilidade tem em falar, fala pelos cotovelos e vem dizer que a sra que falou do CAV fez um ataque anti-democrático.
A sra, entretanto tinha dito que considerava a preocupação do ministro espanhol, normal, já que ela suspenderia o CAV, caso formasse governo.
Por causa das esquerdas, o líder comunista diz que o ainda nosso Primeiro não é tal coisa.
O líder dos deputados sentados mais à direita no Parlamento compara por sua vez, o líder dos que se sentam mais à esquerda, com Salazar, e ataca-o por causa dos impostos.
Este, o sr da esquerda das esquerdas, diz que as pessoas que votarem no ainda partido do governo, irão acordar no dia seguinte com uma valente ressaca, e acha-se tão importante, que diz também que a sua campanha é tão boa que já incomodou um País amigo de Portugal, Angola. Para além disso, neste partido, a menina Joana, não exclui ninguém de uma maioria de esquerda.
E isto é só no primeiro dia, e só nos cinco partidos com assento Parlamentar. E não disse nem metade do que se foi dizendo.
Pensem que ainda vamos ter duas semans inteirinhas destas coisas.
Será que há pachorra para tanto?
.
.
.
.
.
.
.
.

.
JM
.

1 comentário:

Faria disse...

A democracia foi-se... Nao ha ideias para onde se avancar, pelo menos na boca dos candidatos a que os media dao voz. E um ciclo vicioso: o povo escolhe do que lhe impingem... os media impingem com base no que o povo escolheu antes... Com esta estrategia a democracia esta adulterada. No tempo de Salazar as pessoas ja votavam so no que lhes punham a frente!