quinta-feira, 3 de setembro de 2009

JÁ ERA DE SE ESPERAR

.
JORNAL NACIONAL, ACABOU
.
.
São muitas as reacções ao "escândalo da TVI. Os tentáculos da mãozinha fechada, abafam e apagam a rebeldia da jornalista.
Os restantes jornalistas reúnem-se em AG, e direcção de informação demite-se. Vasco Pulido Valente abandona a colaboração com a estação da televisão.
MMG tinha uma peça sobre o Freeport, pronta a ser transmitida, e não conviria que o fosse. A suspensão do Jornal Nacional não era esperada.
Moniz fala e diz que há um cerco à liberdade de informação.
Toda a gente diz que tudo isto aconteceu por causa das inoportunas notícias contra o sr Pinto de Sousa, que mais uma vez, vence um "round". As ordens vieram e foram cumpridas.
O sr Soares disse (o quê?), mas poucos o ouviram.
O sr Sócrates, sentiu necessidade de vir dizer que não teve nada a ver com isto. Não foi ele que mandou. Não foi. Não foi mesmo. Não foi, OUVIRAM BEM?
A democracia está de luto. Portugal também.

.
JM
.

10 comentários:

Anónimo disse...

O Povo que ama a Liberdade vai sair à rua. Amanhã, 20 h, à porta das instalações da TVI em Queluz de Baixo, vigília pela liberdade de imprensa. Passa a mensagem!

Ana, Porto disse...

Sim, vão até lá! A Dr^ª Manuela Ferreira Leite já esfrega as mãos de contente!
Será que ninguém pensa na possibilidade de uma demissão encomendada por 20 dias?
Como podem fazer do dirigente do ps um ser burro?
Tenham paciência, se tivessem que a demitir deixavam passar as eleições.

Anónimo disse...

A "Manela" não fazia jornalismo mas sim um circo sensacionalista.
Na minha opinião foi a melhor limpeza que fizeram no canal desde que acabaram de vez com o Big Brother...

Anónimo disse...

Então a TVI não é privada?!! O casal Monis queria mandar zem ter que comprar o capital?!! Não pode! Respeito pela liberdade económica!

António delgado disse...

Ana Porto, é por haver pessoas como você que este pais ainda tem uma ponta de esperança. Muito obrigado!

Anónimo disse...

Estou plenamente de acordo com o comentário nº 3.
A "Manela" não fazia jornalismo....

Anónimo disse...

É evidente que é preciso criar foguetório! Já não resulta dizer que Sócrates é gay, depois de terem dito recentemente que ele era 1 violador de mulheres jornalistas, dizer que n/ é eng, depois na 13 campanha virem dizer q ele entregou há 25 anos a uma câmara, projectos assinados de eng.ª (ninca referindo que a dita universidade PRIVADA, era da extrema-direita, onde o então chefinho dos ppd´s era prof.), ( Tb nunca referiram q em regra nenhum aluno faz a mínima ideia do que consta nos seus dossiers universitários). Esta treta de extrema-direita (há quem diga que é o Jaime Nogueira Pinto que dá dicas à velha) faz-me lembrar o ladrão a gritar: ali vai o safado ladrão, enquanto corre a apontar para longe! Todas estas reflexões só me interessam na medida em que vejo a dita superioridade católica de fazer políica! TRETAS ! E inventamos literariamnete a treta do 5 império! Só se for de merda!

Anónimo disse...

Basta de jornalismo se sargeta

Rui Pinto disse...

Entristece ler esta coluna de comentários... Por muito que se seja contra qualquer tipo de jornalismo (e eu não fazia parte da MAIORIA, sim, MAIORIA!!! de portugueses que preferiam o Jornal de 6a da TVI) não percebo que numa situação tão vaga, na véspera de emissão, se diga o jornal não vai para o ar. Lamento! Chamem-me cabalista! Mas desde que me lembro de ver televisão, não me recordo de um, UM programa que seja, com audiências de sucesso que fosse tirado do ar... Na véspera! Colocar o assunto na esfera da dualidade (artificial) PSD-PS é disparate! É muito mais que isso! É assunto de regime: trata-se de mais um episódio em que o aparelho partidário (e já no passado o PSD fez o mesmo quando afastou Marcelo do comentario da TVI) se sobrepõe ao interesse do país e viola os principios democráticos que deveria assegurar! Hoje é o Jornal da TVI, amanhã o que será?

Anónimo disse...

Eu julgo que o Ps ao influenciar a extinção do Jornal da M. Guedes, foi uma medida para controlar os danos. Ou seja causa menos perca de votos acabar com o telejornal do que este continuar a dar as notícias.
A Manuela nunca foi condenada pelas notícias que deu no telejornal da 6ª. Porque será?